Pular para conteúdo
Oxímetro: para que serve e como usá-lo corretamente?

Oxímetro: para que serve e como usá-lo corretamente?

Com a pandemia do novo coronavírus, a procura pelo oxímetro aumento consideravelmente, isso porque a covid-19 ataca diretamente os pulmões e o oxímetro permite medir a oxigenação do paciente, isto é, a quantidade de oxigênio disponível no sangue.

O oxigênio é uma molécula essencial em nosso corpo, grande parte das nossas células, se não todas, consomem oxigênio para funcionarem corretamente. Sendo assim, quando não há oxigênio suficiente, há uma falta de energia para garantir o bom funcionamento das células que, gradualmente, vão morrendo.

Por isso, o oxímetro é muito indicado quando há suspeita ou confirmação de doenças que prejudicam ou interferem o fornecimento de oxigênio no corpo, como doenças neurológicas, cardíacas e principalmente respiratórias.

Como o oxímetro funciona?

O oxímetro é dividido em duas partes, que ficam uma de frente para a outra: a emissora, que emite uma luz vermelha e infravermelha, e o sensor detector, responsável por detectar a luz emitida. A luz emitida consegue atravessar a pele e ser captada pelo sensor do outro lado do oxímetro, que quando combinadas, permitem o cálculo do percentual do oxigênio transportado para as células através nosso sangue.

Como usá-lo corretamente?

O uso do oxímetro é bem simples, mas, para garantir um resultado seguro, é importante seguir os passos:

  • Ligue o aparelho, até que você consiga visualizar a luz vermelha;
  • Coloque-o na ponta do dedo, certificando-se que a luz vermelha está por cima da sua unha;
  • Mantenha a mão abaixo do nível do coração e relaxe-a;
  • Espere alguns segundos até que apareça o valor na tela.

Como interpretar os resultados?

Uma oxigenação normal é acima de 95%, mas dá para sobreviver quando ela estiver entre 90% e 95%. Quando a oxigenação, também conhecida como saturação, estiver abaixo de 90% é um sinal de alerta e o indivíduo deve ser avaliado por um médico imediatamente, pois pode indicar a presença de doenças graves como pneumonia, asma e até mesmo a Covid-19.

Fumar pode afetar o resultado?

Sim, fumantes que utilizam o oxímetro pode apresentar uma leitura incorreta, isso porque o aparelho não é capaz de diferenciar as células que carregam oxigênio com as células que carregam dióxido de carbono.

Tendo em vista que fumantes têm tendência a apresentar maiores níveis de dióxido de carbono, é possível que o resultado seja um nível maior de saturação, mesmo que o resultado correto seja menor.

Observações importantes

Unhas esmaltadas e postiças, principalmente com cores escuras, podem alterar o resultado do cálculo. Além disso, as mãos não devem estar muito frias e o uso do oxímetro em lugares muito iluminados ou ensolarados deve ser evitado.

Onde encontrar um oxímetro?

A MedcomRio é uma empresa especializada em materiais hospitalares, que seleciona a dedo as marcas que representa e proporciona aos seus clientes uma qualidade garantida. Aqui você encontra oxímetro por um excelente preço, além de outros aparelhos para te ajudam a verificar a sua saturação com precisão, eficiência e rapidez.

Quer saber mais? Conheça a nossa loja virtual e confira todos os produtos que temos disponíveis para você!

Próximo artigo Onde comprar produtos ortopédicos no Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de aparecer

* Campos obrigatório